Rótulos ambientais não são eficazes

Comente

O Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgou no início de março de 2011 uma pesquisa intitulada de  “O uso do poder de compra para melhoria do meio ambiente”. A pesquisa revelou, dentre outros temas, que os rótulos utilizados nos produtos pelas empresas que desenvolvem produtos ambientais, precisa de adequações. Para o instituto este tipo de rotulagem que certifica os produtos como ambientalmente correto é apenas uma maneira de informar o consumidor que o processo de produção da mercadoria comprada, não teve utilização de equipamentos ou matérias-primas que agridem o meio ambiente. Apesar desta informação, os rótulos, segundo o Ipea, necessita de algumas modificações para que se torne mais efetivo. Uma das conclusões da pesquisa feita pelo Instituto se refere na questão de custos que as empresas tem com a rotulagem dos produtos. Para os pesquisadores do Ipea, a adaptação e critérios que estabelecem a certificação e rotulagem dos produtos, acaba resultando num aumento de custos para as empresas. O que reflete, consequentemente, num aumento dos preços dos produtos aos consumidores.

2 Respostas to “Rótulos ambientais não são eficazes”

  1. maduca Says:

    Oi convido vocês ao meu blog de design sustentavel, já coloquei um link lá em meio ambiente, abraço!

  2. Débora Gomes de Souza Says:

    De acordo com a reportagem, os rótulos ambientais não estavam tendo resultados esperados pois estavam servindo apenas para mostrar aos consumidores que eles devem explorar o meio ambiente de maneira sustentável, ou seja, de forma que não agride o meio ambiente. Em minha opinião, seria mais certo se os educassem ambientalmente.

Deixe uma resposta